Hair Address - Centro de Beleza | Alterações Posturais na Gestação
335
post-template-default,single,single-post,postid-335,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Alterações Posturais na Gestação

Alterações Posturais na Gestação

Tatiana Schwochow, fisioterapeuta e proprietária do Studio TS, foi convidada para escrever sobre as alterações na postura de gestantes para o blog Segunda Começa. Confira abaixo o texto completo:

postura-correta-gravidez

Com a gravidez, as futuras mamães precisam se adaptar às novas condições do corpo. A mais visível delas é o aumento do volume do útero e das mamas. Além de ser a mais fácil de perceber, é também a causa de dores recorrentes. Estudos indicam que 50 a 70% das mulheres tiveram algum tipo de dor muscular em alguma fase da gestação.

O aumento do peso impõe uma sobrecarga à coluna, o que causa uma mudança na postura. Para se equilibrar, é preciso se inclinar para trás e se apoiar sobre os músculos e ligamentos das vértebras. Cada mulher encontra sua própria maneira, que varia de acordo com a força muscular, extensão da articulação, fadiga e vícios de postura tidos antes da gestação.

Seja qual for; essa é a principal razão da dor nas costas e do desenvolvimento de doenças como hiperlordose (exemplificada na imagem). Além disso, elas podem ser potencializadas pela presença do hormônio relaxina, que atua favorecendo o amolecimento de cartilagens.

Para minimizar dores e problemas decorrentes dessa alteração, há vários tratamentos que podem ser feitos. Entre eles, está a fisioterapia convencional, o pilates, o RPG, a musculação e a hidroginástica. Os exercícios de alongamento praticados nesses métodos são importantes para o relaxamento da musculatura tensa, para eliminar as dores e melhorar a qualidade de vida da gestante.

Além disso, o fortalecimento muscular é importante para preservar as articulações e evitar lesões. Se a gestante já praticava atividades físicas regularmente antes da gestação, pode continuar desenvolvendo; exceto se ocorrer restrição médica em função de algum problema encontrado neste período.

Importante salientar que existem outras atividades físicas que a gestante pode praticar, neste texto citei apenas algumas que considero mais completas. Mas lembre-se que todas essas atividades físicas devem ser orientadas por profissionais com experiência na área e acompanhamento do obstetra. Cada pessoa é única e as atividades físicas devem ser apropriadas às necessidades de cada um!